Rios, coletânea de poemas

Elaine Pauvolid, Márcio Catunda, Ricardo Alfaya, Tanussi Cardoso, Thereza C. Rocque da Motta

Editora: Ibis Libris (Rio de Janeiro)
Páginas: 168
Encadernação: Brochura
Estado do livro: Novo
Peso: 192g
Ano da edição: 2003
Idioma: Português
ISBN: 8589126196
Estante: Poesia
Cadastrado em: 10/07/17
Descrição: Livros novos, nunca usados, em perfeito estado, sem dedicatórias. Dimensões: 18 cm x 12 cm x 1 cm (estilo "bolso").  Nas duas orelhas, fotos e dados dos cinco autores.  Na impressão, utilizou-se papel pólen, bege, de gramatura 80.  Estoque: 16 exemplares. O preço de capa e de frete são para cada exemplar. // O envio será feito com seguro de remessa para todo Brasil. //  “Rios” é, na verdade, uma coletânea de livros. Um projeto do qual se originaram dois outros, também reunindo livros de poemas feitos por quatro dos cinco autores presentes no livro inaugural: Elaine Pauvolid, Márcio Catunda (principal incentivador das três obras), Ricardo Alfaya e Tanussi Cardoso. No segundo livro, “Vertentes”, 2009, além dos livros desses quatro autores, houve a reedição do volume de estreia do poeta Marcio Carvalho, “Navalhas voadoras para cortar a tarde”. Marcio Carvalho foi um escritor ainda jovem, prematuramente falecido; a reedição se deu como forma de homenagem póstuma. O terceiro livro, “Quadrigrafias”, contaria apenas com os quatro autores já citados (Elaine, Márcio Catunda, Alfaya e Tanussi). Esses três livros se acham disponíveis para venda nesta loja. Abaixo, um comentário sobre a participação dos cinco autores em “Rios”. Resenha feita por Ricardo Alfaya:

ELAINE PAUVOLID - Elaine Pauvolid, 1970, comparece em “Rios” com 45 poemas, entre médios e curtíssimos, extraídos de cinco obras, sob o título "Donde Evade". Nessa fase, autoironia, lirismo, intensidade dramática, misticismo à flor da pele, a busca do eu fizeram com que Elaine desenvolvesse uma dicção muito peculiar. Elaine, em “Rios”, mostrou-se capaz de voltar-se tanto para o cotidiano quanto para os aspectos mais íntimos do eu. Ora formal, sombria, súplice, religiosa, lembrando o estilo de alguns surrealistas hispânicos. Ora de uma irreverência desconcertante na construção do texto. E, também, as duas coisas, como no poema "Imprudência Vã". "Contraditória e calma", assim fala de si em "À Soleira da Porta" (os três trabalhos presentes em “Rios”). Por sua vez, o título "Donde Evade" sustenta um híbrido de afirmação e interrogação, bem a seu gosto, uma vez que, na verdade, não se determina claramente "donde evade", nem mesmo no poema-título, pois, "Donde evade o som da minha letra / há um espaço insondável". Elaine participa também das duas coletâneas seguintes, oriundas de “Rios”: “Vertentes”, de 2009, e “Quadrigrafias”, de 2015. A obra poética de Elaine obteve, entre outros, o reconhecimento de críticos como Gerardo Mello Mourão (1917-2007) e Suzana Vargas.

MÁRCIO CATUNDA – O cearense Márcio Catunda, 1957, formou-se em Direito e em Diplomacia. Na época do lançamento de “Rios”, 2003, trabalhava como diplomata e morava na República Dominicana. É o principal estimulador do projeto que gerou mais duas antologias: “Vertentes”, de 2009, e “Quadrigrafias”, de 2015. Sua parte na obra, intitulada "Engenho Urbano", é inteiramente consagrada à cidade do Rio de Janeiro, para a qual dedicou várias de suas obras. “Engenho Urbano” é bem apresentado por Jarbas Júnior, que ressalta no autor a capacidade de "captar as antíteses líricas e sociais" do Rio. Contrastes que marcam a cidade. Ressalte-se em Márcio sua dupla vocação, tanto para a poesia lírica quanto para a épica. Seu lirismo se mostra por vezes solar, de discurso simples e direto, vinculado aos elementos da natureza. Em outros, assume feição simbólica no qual se percebe grande apuro na criação de imagens e no uso de requintado vocabulário. Por fim, quando épico, sua poesia, adquire um tom grave, expressando-se com veemência sobre temas sociais. Márcio, em 2017, contaria mais de 40 títulos publicados, entre livros individuais, CDs e CD-Roms. Com o livro “Escombros e Reconstruções”, 2012 (à venda nesta loja), o autor obteria o “Prêmio de Melhor Livro do Ano”, em seu gênero, concedido pela Academia Carioca de Letras.

RICARDO ALFAYA - Ricardo Alfaya trouxe "Sujeito a Objetos", reunindo 28 poemas. Valendo-se de um tema caro à filosofia, o autor se debruça sobre os vários aspectos que essa relação dialética pode sugerir. Aqui se verá, muitas vezes, o triunfo do objeto sobre o sujeito. O homem se reifica, enquanto os objetos se humanizam. As fronteiras que separam esses conjuntos se diluem e um se transforma no outro. Porém, o autor parece sugerir que, por mais que pareça vencido, dentro do sujeito pulsa ainda uma força, que pode vir a transcender a matéria, como sucede em poemas como “Porta-Alma” e “Têmpera”. Em última análise, pode-se dizer que o poeta busca, no exercício da arte, a transcendência. Ao longo dos anos vindouros, vários outros poemas se conectaram ao tema. Preservando todos os 28 escritos de “Rios”, Alfaya tornaria a publicá-los junto com mais 48, até então inéditos, em seu livro solo “Fronteiras em Liquidação”, de 2017 (também à venda nesta loja), numa seção homônima à de 2003, contendo 76 poemas. Com “Fronteiras em Liquidação”, Alfaya obteria o “Prêmio Diretoria da União Brasileira de Escritores” e após a remessa de “Álbum sem Família”, livro de Alfaya em “Quadrigrafias”, 2015, à Academia Brasileira de Letras, o autor recebeu convite para publicar cinco poemas e biografia na “Revista Brasileira 90”, da ABL, em 2017 (à venda nesta loja).

TANUSSI CARDOSO – O premiado Tanussi Cardoso participa de “Rios” com a obra "A Medida do Deserto e outros poemas revisitados". Dos 29 apresentados, três são de "Boca Maldita", Edições Trote, 1982. Outros sete são oriundos de "Beco com Saídas", Edicom, 1991. Os 14 restantes, inéditos em livro. O social visto pela óptica do existencial, o mergulho em temas universais, como a morte e o amor, têm sido uma constante na poesia desse poeta, como em “Viagem em Torno de”, de 2000, pela 7Letras, livro que recebeu dois importantes prêmios nacionais. Pode-se dizer que, um tanto ao modo de Dante, o movimento tanussiano tanto se faz num sentido descendente, indo aos infernos e abismos, quanto num sentido ascendente, colhendo sonhos e imagens que o "desconhecido" lhe fornece. Tanussi revela, em "A Medida do Deserto", vocação para a poesia reflexiva, profundamente observadora, capaz de extrair das coisas, dos seres e dos acontecimentos, os mais recônditos segredos. Tanussi também participa das outras duas obras: “Vertentes” e “Quadrigrafias”. O consagrado Gilberto Mendonça Teles declararia ser Tanussi Cardoso o poeta do Rio de Janeiro a quem ele mais admira, nos dias atuais.

THEREZA CHRISTINA ROCQUE DA MOTTA - Thereza Christina Rocque da Motta, 1957, fundou o grupo Poeco, São Paulo-SP, em 1980, lançando cinco antologias. Em 2000, criou a editora Ibis Libris, no Rio de Janeiro, produzindo várias obras. Thereza oferece em Rios sua caixa de "Pandora", com 25 poemas, quase todos inéditos à época. Na obra prevalecem características líricas que evocam certo surrealismo. Não um surrealismo penumbroso, mas frágil, posto que sublinha a inconstância e impermanência dos seres e das coisas. O tempo é como que suspenso, imagens arquetípicas transitam do passado para o presente e vice-versa. Toques de sensualidade e dança pagã notam-se em "Pandora", caixa que, depois de aberta, tal qual no mito, quão pouco resta: só a esperança. Aliás, interpretando-se "Pandora" como metáfora do próprio livro, sendo esperança tudo que na caixa de Pandora resta, logo, a esperança que resta é a poesia. Entre outros, escreveram sobre sua obra: Luiz Carlos Lisboa, Astrid Cabral e Olga Savary. Faz parte do "Dicionário Crítico de Escritoras Brasileiras (Escrituras, 2002), organizado por Nelly Novaes Coelho. Consta da "Enciclopédia de Literatura Brasileira", de Afrânio Coutinho, Global, 2001, atualizada por Rita Moutinho e Graça Coutinho.

Você já leu este livro? Deixe a sua opinião!

R$ 12,40

+ R$ 5,50 envio

  ADICIONAR AO CARRINHO

Sobre o Livreiro

Alfaya Livreiro

Rio de Janeiro, RJ

  Enviar mensagem

+ exemplares deste livro

+ títulos de Elaine Pauvolid, Márcio Catunda, Ricardo Alfaya, Tanussi Cardoso, Thereza C. Rocque da Motta

+ livros do livreiro Alfaya Livreiro



QR code
Denunciar Anúncio

  Anúncios semelhantes